Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1424
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek: antes e durante a pandemia do coronavírus
Título(s) alternativo(s): Brasília Juscelino Kubitschek International Airport: before and during the coronavirus pandemic
Autor(es): Siqueira, Loanna Carolina Dias
Primeiro Orientador: Dantas, André Augusto Nóbrega
metadata.dc.contributor.referee1: Mattana, Alécio Júnior
metadata.dc.contributor.referee2: Fraga, Yuri Sotero Bomfim
metadata.dc.contributor.referee3: Dantas, André Augusto Nóbrega
Resumo: O transporte aéreo proporciona a integração mundial, nacional e regional, trazendo importância econômica positiva no ramo industrial, turístico e comercial, capaz de gerar emprego e renda. Os principais aeroportos brasileiros estão localizados nos grandes centros urbanos. Em destaque tem-se o Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, como forma de ligação, integração e desenvolvimento da Capital Federal. É tido como o 2º maior em movimentação de passageiros no País e possui um dos maiores centros de conexão de voos doméstico no Brasil. O setor da aviação civil, que vinha em ascensão até 2019, sofre um recuo acentuado a partir de 11 de março de 2020, quando foi declarada a pandemia de COVID-19 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O setor aéreo passou a ser um dos mais atingidos pela crise devido a disseminação do coronavírus no país, primeiramente com o fechamento das fronteiras e, posteriormente, com o aumento no número de casos. Diante deste contexto atípico, o objetivo deste trabalho foi analisar o impacto financeiro, social e turístico relacionado com a quantidade de pousos e decolagens que foram cancelados devido à pandemia do coronavírus no Aeroporto Internacional de Brasília. Para tanto foi realizada uma pesquisa quali-quantitativa a respeito da temática COVID-19 e os impactos no setor da aviação civil, por meio de artigos científicos e dados extraídos a partir de órgão governamentais como: ANAC, DECEA, IBGE, INFRAERO, Ministério do Trabalho e Ministério do Turismo. Foi possível delinear a partir dos dados de passageiros pagos que o Aeroporto Internacional de Brasília apresentou uma queda de 53,24%, comparando dados de 2019 com 2020, passando a ter pequenas elevações a partir de julho de 2020. O ano de 2021 foi marcado pela segunda onda do novo coronavírus, quando houve o colapso do sistema de saúde brasileiro, e a manutenção da queda quando comparado aos dados de 2019, queda essa de 37,81%; embora, ao se comparar aos dados de 2020, tenha sido percebida uma elevação no número de passageiros pagos. Já em 2022 se manteve uma estabilidade quanto ao número de decolagens no Aeroporto Internacional de Brasília, mostrando que lentamente o setor da aviação civil volta a ter um patamar basal de estabilidade. Conclui-se portanto que, ainda que o setor não tenha apresentado expansão, quanto mais permanecer estável o cenário, mais se fortalece a expectativa que o número de passageiros pagos aumente ao longo dos demais anos. Salienta-se ainda que a economia não retomou suas atividades na mesma velocidade da queda, necessitando portanto de um prazo maior para alcançar os patamares anteriores.
Abstract: Air transport provides global, national and regional integration, bringing positive economic importance in the industrial, tourist and commercial sectors, capable of generating jobs and income. The main Brazilian airports are located in large urban centers. The highlight is the Brasília Juscelino Kubitschek International Airport, as a way of connecting, integrating and developing the Federal Capital. It is considered the 2nd largest in passenger movement in the country and has one of the largest connection centers for domestic flights in Brazil. The civil aviation sector, which had been on the rise until 2019, has suffered a sharp decline since March 11, 2020, when the COVID-19 pandemic was declared by the World Health Organization (WHO). The airline sector became one of the hardest hit by the crisis due to the spread of the coronavirus in the country, first with the closure of borders and, later, with the increase in the number of cases. Given this atypical context, the objective of this work was to analyze the financial, social and tourist impact related to the number of landings and departures that were canceled due to the coronavirus pandemic at Brasília International Airport. For that, a qualitative and quantitative research was carried out regarding the COVID-19 theme and the impacts on the civil aviation sector, through scientific articles and data extracted from governmental bodies such as: ANAC, DECEA, IBGE, INFRAERO, Ministry of Labor and Ministry of Tourism. It was possible to delineate from the data of paid passengers that Brasília International Airport presented a drop of 53.24%, comparing data from 2019 with 2020, starting to have small increases from July 2020. The year 2021 was marked by the second wave of the new coronavirus, when the Brazilian health system collapsed, and the decline continued when compared to 2019 data, a drop of 37.81%; although, when compared to the 2020 data, an increase in the number of paid passengers was noticed. In 2022, stability was maintained in terms of the number of takeoffs at Brasília International Airport, showing that the civil aviation sector is slowly returning to a baseline level of stability. It is therefore concluded that, even though the sector has not expanded, the more stable the scenario is, the stronger the expectation that the number of paid passengers will increase over the remaining years. It should also be noted that the economy did not resume its activities at the same speed as the fall, therefore requiring a longer period to reach previous levels.
Palavras-chave: Aviação civil
Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek
Coronavírus
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Formosa
Citação: SIQUEIRA, Loanna Carolina Dias. Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek: antes e durante a pandemia do coronavírus. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Formosa, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1424
Data do documento: 18-Jan-2023
Aparece nas coleções:Bacharelado em Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_Loanna Carolina Dias Siqueira.pdfLoanna Carolina Dias Siqueira2,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.