Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/926
Tipo: Dissertação
Título: O uso de redes sociais e a aprendizagem de ciências no ensino fundamental II
Título(s) alternativo(s): The use of social networks and science learning in elementary school II
Autor(es): Almeida, Áddson Douglas
Primeiro Orientador: Morais, Mara Rúbia
metadata.dc.contributor.referee1: Morais, Mara Rúbia de Souza Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Carlos Cézar da
metadata.dc.contributor.referee3: Lima, Laís Leni Oliveira
Resumo: Este trabalho visou investigar como o uso de uma rede social pode contribuir para o ensino de Ciências, no que tange a conteúdos conceituais, atitudinais, procedimentais, para alunos do 8° ano do ensino fundamental na cidade de Rio Verde - GO. Para isso, foi desenvolvida uma página no Facebook, denominada Ciências e Vida. Essa página tinha o objetivo de fornecer aos alunos conteúdos relacionados ao conteúdo proposto - no segundo bimestre - do Currículo Estadual de Goiás, para que os alunos pudessem desenvolver os processos de aprendizagem utilizando-se dos recursos disponíveis na plataforma da rede social. Os resultados das interações ocorridas na página do Facebook foram comparados aos conhecimentos prévios dos alunos que foram identificados por meio de entrevistas, questionários, redações e teste diagnóstico. Ao final da proposta, observou-se uma participação crítica dos alunos em relação aos conteúdos propostos e houve interações entre alunos, professores e responsáveis dos alunos (pais, mães, avós, etc.). Em certa etapa da pesquisa os alunos foram estimulados a publicarem conteúdos similares aos conteúdos da página e houve uma participação contundente por parte dos alunos. Conclui - se que a rede social Facebook contribuiu de forma positiva para o amento de interação entre professor-aluno e entre os discentes. O Facebook, portanto, mostrou-se um bom recurso para ser utilizado nos processos de ensino e aprendizagem, oferecendo meios para que haja, de fato, um ambiente de aprendizagem, pois, facilitando a interação, permite oportunidades para a construção do conhecimento, tanto para o educador quanto para os alunos. Por fim, se reconhece a necessidade de uma análise contínua sobre o tema, permitindo a exploração de recursos para se avançar no que diz respeito a educação e ao mesmo tempo, não permitindo que essas novas ferramentas e tecnologias promovam uma alienação nos indivíduos, desviando-os foco da realidade que os cercam. A solução permanece sendo o diálogo, e quanto melhor o diálogo ocorre, melhor se desenvolve a educação.
Abstract: This study aimed to investigate how the use of a social network can contribute to the teaching of Sciences, with regard to conceptual, attitudinal, procedural contents, for students of the 8th year of elementary school in the city of Rio Verde - GO. For this, a Facebook page was developed, called Science and Life. This page was intended to provide students with content related to the proposed content - in the second two months - of the State Curriculum of Goiás - Brazil, so that students could develop the learning processes using the resources available on the social network platform. The results of the interactions that occurred on the Facebook page were compared to the students' previous knowledge that were identified through interviews, questionnaires, essays and diagnostic test. At the end of the proposal, there was a critical participation of students in relation to the proposed content and there were interactions between students, teachers and guardians of the students (fathers, mothers, grandparents, etc.). At a certain stage of the research, students were encouraged to publish content similar to the contents of the page and there was a forceful participation by the students. It is concluded that the social network Facebook contributed positively to the increase of interaction between teacher-student and between students. Facebook, therefore, proved to be a good resource to be used in the teaching and learning processes, offering means for there to be, in fact, a learning environment, because, facilitating interaction, it allows opportunities for the construction of knowledge, both for the educator and for the students. Finally, the need for continuous analysis on the topic is recognized, allowing the exploitation of resources to advance with regard to education and, at the same time, not allowing these new tools and technologies to promote alienation in individuals, diverting them the focus of the reality that surrounds them. The solution remains the dialogue, and the better the dialogue takes place, the better the education develops.
Palavras-chave: Redes Sociais
Social Networks.
Facebook
Facebook
Educação
Education
Ensino de Ciências
Science Teaching
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Jataí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática
Citação: ALMEIDA, A. D. F. de L. O uso de redes sociais e a aprendizagem de ciências no ensino fundamental II. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação para Ciências e Matemática) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás. Jataí, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/926
Data do documento: 26-Fev-2021
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Educação para Ciências e Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertação_Áddson Douglas Ferreira de Lima Almeida.pdfDissertação3,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.