Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/410
Tipo: Dissertação
Título: A terminologia química em libras na literatura e a adotada no ensino de química em escolas públicas de goiás
Autor(es): Costa, Ana Luiza Fernandes da
Primeiro Orientador: Longhin, Sandra Regina
metadata.dc.contributor.referee1: Longhin, Sandra Regina
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Carlos Cezar da
metadata.dc.contributor.referee3: Rocha, Leonor Paniago
Resumo: A educação inclusiva é uma realidade exposta em diversas escolas por meio da legislação, que exige que a pessoa com deficiência seja atendida preferencialmente na rede regular de ensino. Na sala de aula inclusiva, está também a pessoa surda, que possui cultura e identidade próprias dessa comunidade que a classifica e a torna diferente apenas no respeito, no reconhecimento e no desenvolvimento. A legislação retrata que, da mesma forma que o professor deve estar presente na sala de aula inclusiva com alunos surdos, a presença do intérprete de Libras é muito importante e pode facilitar a interação entre eles. Por isso, a formação tanto do professor quanto do intérprete podem ser alteradas e aprimoradas com a presença dos alunos surdos no meio escolar. Desse modo, a legislação aborda e legaliza a formação desses profissionais, além do estudo sobre a necessidade dessa preparação perante a realidade inclusiva, sendo que o preparo para atuar influencia no processo de ensino-aprendizagem das pessoas surdas. O reconhecimento de Libras está relacionado ao fato de que o ensino deve considerar a necessidade linguística e cultural da pessoa surda, assuntos esses apontados por autores e normalizações durante o trabalho. Diante disso, a pesquisa teve como objetivo identificar, em dicionários de Libras, na literatura, em materiais virtuais e durante a coleta de dados dos sujeitos da pesquisa, sinais da Terminologia Química em Libras na perspectiva formativa dos profissionais envolvidos no processo de ensino-aprendizagem de surdos nas escolas e nas salas de aulas inclusivas participantes. A metodologia do trabalho consistiu em uma pesquisa participante e bibliográfica, realizada a partir de entrevistas com professores de Química/Ciências e intérpretes de Libras, em duas etapa, com envolvimento da sociedade, de modo que a coleta dos sinais dependeu dos argumentos feitos pelos sujeitos analisados. Os resultados apresentaram alguns fragmentos das entrevistas, a discussão quanto aos sinais da terminologia em Libras, as metodologias, a formação dos professores e dos intérpretes e as práticas pedagógicas. O assunto explorado nas entrevistas e análises facilitou a coleta de sinais na literatura e usados nas interpretações. Além disso, demonstrou e abordou alguns dos sinais encontrados no dicionário de Libras e os realizados pelos intérpretes de Libras participantes. Por fim, foram realizados alguns levantamentos e reflexões quanto às situações apresentadas, todas no viés da formação dos professores e intérpretes de Libras e do produto educacional.
Abstract: Inclusive education is a reality that is exposed in many schools through legislation, which requires that the person with disabilities be treated preferably in the regular school system. In the inclusive classroom is also the deaf person who has his own culture and identity of this community that classifies him and makes him different only in respect, recognition and development. Legislation portrays that just as the teacher should be present in the inclusive classroom with deaf students, the presence of the Libras interpreter is very important and can facilitate interaction between them. Therefore, the training of both teacher and interpreter can be changed and improved with the presence of deaf students in the school environment. Thus, the legislation addresses and legalizes the training of these professionals, as well as the study of the need for such preparation in the face of inclusive reality, and the preparation to act influences the teaching-learning process of deaf people. The recognition of Libras is related to the fact that teaching must consider the linguistic and cultural need of the deaf person, issues mentioned by authors and normalization during the work. Given this, the research aimed to identify, in Libras dictionaries, literature, virtual materials and during data collection of research subjects, signs of Chemical Terminology in Libras in the formative perspective of professionals involved in the teaching-learning process. of deaf people in participating schools and inclusive classrooms. The methodology of the work consisted of a participant and bibliographical research, conducted from interviews with chemistry / science teachers and interpreters of Libras, in two stages, with the involvement of society, so that the collection of signals depended on the arguments made by the subjects. analyzed. The results presented some fragments of the interviews, the discussion about the signs of the terminology in Libras, the methodologies, the teachers and interpreters training and the pedagogical practices. The subject explored in interviews and analysis facilitated the collection of signals in the literature and used in interpretations. In addition, it demonstrated and addressed some of the signs found in the Libras dictionary and those performed by the participating Libra interpreters. Finally, some surveys and reflections were made about the situations presented, all with a view to the training of Libras teachers and interpreters and the educational product.
Palavras-chave: Educação inclusiva. Ensino de Química. Formação de professores e intérpretes de Libras.
ensino de química
formação de professores e intérpretes de libras
inclusive education
chemistry teaching
training of libras teachers and interpreters
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIAL
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
CNPQ::OUTROS::CIENCIAS
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::OUTRAS LITERATURAS VERNACULAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::PLANEJAMENTO E AVALIACAO EDUCACIONAL::POLITICA EDUCACIONAL
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::AVALIACAO DA APRENDIZAGEM
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::PLANEJAMENTO E AVALIACAO EDUCACIONAL::AVALIACAO DE SISTEMAS, INSTITUICOES, PLANOS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Jataí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/410
Data do documento: 25-Nov-2016
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Educação para Ciências e Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertação_Ana Luiza Fernandes da Costa.pdf3,8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
produto_Ana Luiza Fernandes da Costa.pdf2,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.