Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/343
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Braga, keith Daiani da Silva-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6347343895432922pt_BR
dc.contributor.referee1Braga, Keith Daiani da Silva-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6347343895432922pt_BR
dc.contributor.referee2Tenório, Aleir Ferraz-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2686070853459599pt_BR
dc.contributor.referee3Pereira, Alciane Barbosa Macedo-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/6054165888758573pt_BR
dc.creatorAraújo, Karissa Alves Oka-
dc.date.accessioned2020-03-03T20:57:41Z-
dc.date.available2020-03-03T20:57:41Z-
dc.date.issued2019-12-06-
dc.identifier.citationARAÚJO, Karissa Alves Oka. O Bullying Na Escola Na Perspectiva Das Professoras E Professores: Análise Bibliográfica. 2019. 85 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia Bilíngue, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Aparecida de Goiânia, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/343-
dc.description.abstractOur research addresses the bullying phenomenon from the teachers' perspective. Theme that has gained more emphasis, in our country, in the last two decades. Bullying can be broadly defined as repeated acts of physical, verbal and psychological violence. Typical behaviors of the phenomenon in an educational environment are: pushing, kicking, punching, insults, discrimination and exclusion. Such acts are usually directed at people with physical, ethnic and racial characteristics, gender, sexual orientation and specific socioeconomic status. Violence is not always given due importance and is sometimes ignored and considered as a joke, or unimportant. The objective of our research was to analyze the teaching views on bullying by surveying studies that focused on this theme. We analyze what teachers think about bullying, as well as what actions they took and how they were taken in the face of cases. To achieve the çobjective of the research, we conducted a qualitative study, bibliographic type, based on data from CAPES and also by the Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations. After the general analysis, we obtained three main results: a) The quantitative survey of the research that centralized bullying from the perspective of teachers, which showed results in which four of the five tables presented here, the theme of bullying from the perspective of teachers there were few, only in the fifth chart, the results were slightly higher in relation to the total searches for the search term used; b) Regarding the teachers' conceptions regarding bullying, the three papers chosen for analysis showed that, in the research of author Samara Pereira Oliboni, conducted in 2008, the conception of the theme was not very elaborate, not it was very clear; the second research conducted by the author Marina de Oliveira Chiorlin in 2016, showed advances in understanding the phenomenon; In the third work analyzed, by author Flavia Carvalho Malta Mello, from the year 2018, we can already notice more elaborate reports, closer to the definition of the term, teachers are able to form a better conception on the theme of bullying. Looking at the reports of the three surveys, we can say that there have been advances, although some are still unsure in attributing the actions testified as bullying itself properly. c) As a third result, the actions that the teachers took against the bullying phenomenon in the three analyzed works can be characterized in three types: they consider as a joke, a thing of age; feel alone about practices that could perform better in coping with the phenomenon; and don't face it, pretend not to see The analyzes were carried out with theoretical support of the authors: Fante (2005), Carvalho (2011), Ristum (2010) and Francisco and Libório (2009). To conclude, after the research path built, we continue to believe that, to face bullying, teachers are very unimportant, as they spend more time with students and also have greater influence on the construction of student identities.pt_BR
dc.description.resumoA nossa pesquisa aborda o fenômeno bullying, na perspectiva dos professores e professoras. Tema que ganhou mais ênfase em nosso país nas últimas duas décadas. O bullying pode ser definido em termos gerais como atos repetidos de violência física, verbal e psicológica. Comportamentos típicos do fenômeno em ambiente educacional são: empurrões, chutes, beliscões, murros, apelidos, discriminação e exclusão. Tais atos costumam ser direcionados a pessoas com características físicas, étnico-raciais, gênero, orientação sexual e condição socioeconômica específica. As violências nem sempre recebem a importância devida, sendo por vezes ignoradas e consideradas como meras brincadeiras. O objetivo de nossa pesquisa foi analisar as visões docentes sobre o bullying por meio de levantamento de estudos que focaram nessa temática. Analisamos o que os e as docentes pensam sobre o bullying, bem como quais foram as ações por eles e elas tomadas diante dos casos. Para atingir o objetivo da pesquisa, realizamos um estudo de caráter qualitativo, do tipo bibliográfico, com base nos dados da CAPES e também pela Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações BDTD. Após a análise geral, obtivemos três resultados principais: a) O levantamento quantitativo das pesquisas que centralizavam o bullying na perspectiva das e dos docentes, que demonstraram resultado no qual quatro das cinco tabelas apresentadas aqui , a temática do bullying na visão das e dos docentes foram poucas, apenas na quinta tabela, os resultados obtidos foram um pouco maior em relação ao total de pesquisas pelo termo de busca utilizado; b) Sobre as concepções das professoras e professores quanto ao bullying, os três trabalhos escolhidos para análise evidenciaram que, na pesquisa da autora Samara Pereira Oliboni, realizado no ano de 2008, a concepção que se tinha sobre a temática não era muito elaborada, não estava muito clara; a segunda pesquisa realizada pela autora Marina de Oliveira Chiorlin no ano de 2016, mostrou avanços quanto a compreensão do fenômeno; no terceiro trabalho analisado, da autora Flavia Carvalho de Malta Mello, do ano de 2018, já podemos notar relatos mais elaborados, mais próximos a definição do termo, as professoras e professores conseguem formar uma concepção melhor sobre a temática do bullying. Analisando os relatos das três pesquisas, podemos dizer que houve sim avanços, embora alguns ainda se mostrem inseguros em atribuir as ações presenciadas como bullying propriamente. c) Como terceiro resultado, as ações que os professores tomaram frente ao fenômeno bullying nos três trabalhos analisados, podem ser caracterizados em três tipos: consideram como brincadeira, coisa da idade; se sentem sozinhos quanto a práticas que poderiam desempenhar melhor no enfrentamento do fenômeno; e não enfrentam, fazem de conta que nada veem. As análises foram realizadas com amparo teóricos das autoras: Fante (2005), Carvalho (2011), Ristum (2010) e Francisco e Libório (2009). Para encerrar, após o trajeto de pesquisa construído, seguimos acreditando que, para enfrentar o bullying, as professoras e professores são peças chaves, pois permanecem mais tempo com as alunas e alunos e também tem maior influência na construção das identidades estudantis.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Ana Paula de Lima Campos (ana.campos@ifg.edu.br) on 2020-03-02T13:14:15Z No. of bitstreams: 1 TCC 2 Karissa (Versão final).pdf: 1585396 bytes, checksum: 4ccd18ed34182d8d0c7ebd8b9ec0bc9f (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Suzane Goncalves Duarte Peixoto (suzane.duarte@ifg.edu.br) on 2020-03-03T20:57:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TCC 2 Karissa (Versão final).pdf: 1585396 bytes, checksum: 4ccd18ed34182d8d0c7ebd8b9ec0bc9f (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-03-03T20:57:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC 2 Karissa (Versão final).pdf: 1585396 bytes, checksum: 4ccd18ed34182d8d0c7ebd8b9ec0bc9f (MD5) Previous issue date: 2019-12-06en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInsitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiáspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCâmpus Aparecida de Goiâniapt_BR
dc.publisher.initialsIFGpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEducação; Bullying; Docentespt_BR
dc.subjectEducationpt_BR
dc.subjectEscolapt_BR
dc.subjectSchoolpt_BR
dc.subjectBullyingpt_BR
dc.subjectTeacherspt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpt_BR
dc.titleO bullying na escola na perspectiva das professoras e professores: análise bibliográficapt_BR
dc.title.alternativeBullying at school from the perspective of teachers: bibliographic analysispt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Aparece nas coleções:Licenciatura em Pedagogia Bilíngue

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_Karissa Alves1,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.