Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/696
Tipo: Dissertação-extra-ifg
Título: Processo de inclusão no Instituto Federal de Goiás: o papel do psicólogo
Título(s) alternativo(s): Inclusion process at the Federal Institute of Goiás: the role of the psychologist
Autor(es): Antunes, André Alexandre
Primeiro Orientador: Pulino, Lúcia Helena Cavasin Zabotto
metadata.dc.contributor.referee1: Pulino, Lúcia Helena Cavasin Zabotto
metadata.dc.contributor.referee2: Reses, Erlando da Silva
metadata.dc.contributor.referee3: Ferreira, Jane Farias Chagas
metadata.dc.contributor.referee4: Pedroza, Regina Lúcia Sucupira
Resumo: No contexto sociocultural que vivemos, existe na estrutura social sob a figura do Estado, a ideologia na qual vivemos sob a égide dos direitos e garantias universais. Porém o Estado capitalista tem atuado historicamente em favor dos interesses das classes dominantes, por meio de ideologias de exclusão dos mais pobres, dos deficientes, de classes étnico-raciais e, em geral, daqueles que não correspondem aos padrões de normalidade, os denominados “anormais”. No contexto escolar, instituição engendrada nos modelos sociais do Estado, o conceito de inclusão tem sido problematizado pelos diferentes atores da educação. No bojo da inclusão emergem temas relacionados à diversidade, ao fracasso escolar, as políticas públicas inclusivas e a um dos temas deste trabalho: O papel dos psicólogos neste contexto. O locus desta pesquisa foi o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), instituição transversal de ensino que engloba desde o ensino médio à pós-graduação. Neste sentido, este trabalho investigou o processo de tornar se psicólogo em e para a diversidade no âmbito do IFG. Inerente ao signo da inclusão, perpassamos as formas de engajamento político destes profissionais em relação as diferentes demandas inclusivas institucionais. A pesquisa se fundamenta na perspectiva da Teoria Histórico-Cultural na qual concebe-se a cultura como um elemento diacrônico e central de análise. Assume-se que a práxis dos psicólogos atuantes nas políticas intersetoriais que tratam da inclusão na rede federal de ensino deve ser analisada em seu contexto histórico-cultural. Sustentado por esta perspectiva, o objetivo deste trabalho foi analisar a práxis e a construção intersubjetiva (sujeito e contexto socioinstitucional) dos psicólogos escolares do IFG em relação ao conceito de inclusão, ao engajamento político e às possibilidades de tornar-se psicólogo em e para a diversidade. Utilizou-se, como metodologia, a Epistemologia Qualitativa de González Rey, tendo como instrumento de construção de informações a Conversação. As zonas de sentido evidenciadas nortearam reflexões sobre a atuação dos psicólogos no IFG, e as formas de engajamento político destes profissionais em relação à inclusão em e para a diversidade na instituição.
Abstract: In the socio-cultural context that we live in, there is an ideology in the social structure: we live under the figure of the State and the protection of universal rights and guarantees. But the capitalist state has historically acted in favor of the interests of the ruling classes, through ideologies of exclusion of the poorest, the disabled, ethnic-racial classes, and, in general, of those who do not conform to the norms of normality, the so called “abnormal". In the school context, an institution engendered in the social models of the State, the concept of inclusion has been problematized by the different actors of education. In the context of inclusion, topics related to diversity, school failure, inclusive public policies and one of the themes of this paper emerge: The role of psychologists in this context. The locus of this research was the Federal Institute of Education, Science and Technology of Goiás (IFG), a transversal institution of education that encompasses high school to postgraduate. In this sense, this work investigated the process of becoming a psychologist in and for diversity within the IFG. Inherent in the sign of inclusion, we go through the forms of political engagement of these professionals in relation to the different institutional demands. The research is based on the perspective of Historical-Cultural Theory in which culture is conceived as a diachronic and central element of analysis. It is assumed that the praxis of the psychologists working in intersectional policies that deal with inclusion in the federal educational network must be analyzed in its historical-cultural context. Based on this perspective, the objective of this work was to analyze the praxis and intersubjective construction (subject and socio-institutional context) of the school psychologists of the IFG in relation to the concept of inclusion, political engagement and the possibilities of becoming a psychologist in and for diversity. As a methodology, the Qualitative Epistemology of González Rey was used, and “Conversation” was our information construction tool. The areas of meaning evidenced guided reflections on the performance of psychologists in the IFG, and the forms of political engagement of these professionals in relation to inclusion in and for diversity in the institution.
Palavras-chave: teoria histórico-cultural
inclusão escolar
psicologia escolar
políticas públicas
Institutos Federais de Educação
ciência e tecnologia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade de Brasília
Sigla da Instituição: UnB
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde
Citação: ANTUNES, André Alexandre. Processo de inclusão no Instituto Federal de Goiás: o papel do psicólogo. 2017. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde) - Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/696
Data do documento: Mar-2017
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações defendidas extra IFG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_André_Alexandre7,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.