Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/525
Tipo: Dissertação
Título: Educação de jovens e adultos e possibilidades de emancipação das juventudes: um estudo de caso.
Título(s) alternativo(s): Educação de jovens e adultos e possibilidades de emancipação das juventudes: um estudo de caso.
Autor(es): Andrade, Lucas Manoel
Primeiro Orientador: Parreira, Gizele Geralda
metadata.dc.contributor.referee1: Parreira, Gizele Geralda
metadata.dc.contributor.referee2: Faria, Eliézer Marques
metadata.dc.contributor.referee3: Souza, Leigh Maria de
Resumo: A partir das discussões sobre as juventudes e o Estatuto da Juventude, este trabalho tem como objetivo compreender a maneira como o Instituto Federal de Goiás (IFG) dialoga com o Estatuto da Juventude em seus cursos na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para tanto, foi realizado um estudo teórico a fim de compreender a condição juvenil e a relação das juventudes com a educação e com o trabalho, bem como aspectos históricos, teóricos e políticos acerca da Educação de Jovens e Adultos. O presente estudo foi norteado pelo Estatuto da Juventude, em coerência com os princípios e diretrizes nele presentes. Quanto à metodologia, define-se a pesquisa como de abordagem qualitativa, de natureza aplicada e com objetivos exploratórios, foi realizada sob os pressupostos do materialismo histórico-dialético, consistindo-se em um estudo de caso, com suporte em pesquisa documental e, tendo como universo os jovens estudantes da EJA do IFG – Câmpus Cidade de Goiás. Nesse sentido, os instrumentos utilizados para a pesquisa foram os documentos institucionais que versem sobre a modalidade, bem como as entrevistas realizadas junto aos sujeitos jovens matriculados no Curso Técnico Integrado em Artesanato na modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Após apresentar os principais conceitos referentes às Juventudes, Trabalho, Educação, EJA, Educação Integrada e Trabalho como Princípio Educativo, realizou-se a análise de Projetos Pedagógicos de Cursos EJA do IFG a fim de identificar a relação deles com o Estatuto da Juventude, enquanto políticas públicas de educação voltadas, também, para os sujeitos jovens. Da análise documental, percebeu-se pouco diálogo com o Estatuto da Juventude e, por isso, realizou-se algumas entrevistas com estudantes do Cursos Técnico Integrado em Artesanato do IFG – Câmpus Cidade de Goiás a fim de compreender, na prática, o nível de diálogo de referido curso com o Estatuto. Tendo em vista que o Estatuto prevê a necessidade de emancipação e autonomia dos sujeitos jovens, acredita-se que os cursos, mesmo não utilizando o Estatuto como seu aporte teórico, não podem deixar de direcionar os sujeitos nesse caminho. A partir disso, concluiu-se que os Projetos Pedagógicos de Cursos EJA, bem como a prática pedagógica, pouco discutem em relação ao Estatuto da Juventude, o que pode ser um problema, já que o conhecimento de referido documento por parte dos jovens é fundamental para a sua efetivação. Em todo caso, o trabalho reconhece que a política educacional do IFG para a EJA leva em conta a formação integrada e o trabalho como princípio educativo, reconhecendo os estudantes enquanto sujeitos de direitos capazes de transformar sua própria realidade, o que pode ser considerado como fundamental no caminho para a emancipação destes sujeitos. Nesse sentido, decorre do presente trabalho o desenvolvimento de um produto educacional do tipo cartilha, com o objetivo de divulgar o Estatuto da Juventude entre os jovens, professores e gestores escolares, facilitando o seu trabalho junto às juventudes, tendo em vista a legitimação e efetividade desse documento.
Abstract: Based on the discussions about youths and the Youth Statute, this work aims to understand how the Federal Institute of Goiás (IFG) dialogues with the Youth Statute in its courses on Youth and Adult Education (EJA). For this purpose, a theoretical study was carried out in order to understand the juvenile condition and the relation of youths with education and work, as well as historical, theoretical and political aspects about Youth and Adult Education. This study was guided by the Youth Statute, in accordance with the principles and guidelines contained in it. As for the methodology, we can define the research as a qualitative approach, of an applied nature and with exploratory objectives, is carried out under the assumptions of historical-dialectical materialism, consisting of a case study, with support in documentary research and, In this sense, the instruments used for the research will be the institutional documents that deal with the modality, as well as the interviews carried out with the young subjects enrolled in the Integrated Technical Course in Handicrafts in the Youth and Adult Education. After presenting the main concepts related to Youth, Work, Education, EJA, Integrated Education and Work as an Educational Principle, an analysis of the Pedagogical Projects of the IFG's EJA Courses was carried out in order to identify their relationship with the Youth Statute, while public policies of education directed also, for the young subjects. From the documentary analysis, there was little dialogue with the Youth Statute and, therefore, some interviews were conducted with students of the Integrated Technical Courses in Handicraft of IFG - Câmpus Cidade de Goiás in order to understand, in practice, the level of dialogue with the Statute. Considering that the Statute foresees the need for emancipation and autonomy of the young subjects, it is believed that the courses, even though they do not use the Statute as their theoretical contribution, cannot fail to direct the subjects in this way. From this, it was concluded that the EJA Courses Pedagogical Projects, as well as the pedagogical practice, do not discuss much about the Youth Statute, which can be a problem, since the knowledge of said document by young people is fundamental for its effectiveness. In any case, the work recognizes that the educational policy of the IFG for the EJA takes into account integrated training and work as an educational principle, recognizing students as subjects of rights capable of transforming their own reality, which can be considered as fundamental on the road to the emancipation of these subjects. In this sense, the development of an educational product of the booklet type, with the objective of disseminating the Youth Statute among young people, teachers and school managers, facilitates its work among the youths, in view of the legitimacy and effectiveness this document.
Palavras-chave: Juventudes; Trabalho; Educação de Jovens e Adultos; Emancipação
CNPq: 1.Educação; 2.Planejamento e Avaliação Educacional; 3.Política Educacional; 4.Currículo; 5.Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação; 6.Tópicos Específicos de Educação; 7.Educação de Adultos; 8.Ensino Profissionalizante.
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Anápolis
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Profissonal e Tecnológica
Citação: ANDRADE, Lucas Manoel. Educação de jovens e adultos e possibilidades de emancipação das juventudes: um estudo de caso. 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica) - , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Câmpus Anápolis, Anápolis, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/525
Data do documento: 23-Ago-2019
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação-Lucas Manoel.pdfDissertação - Lucas Manoel Andrade664,83 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Produto Educacional Cartilha Juventudes.pdfProduto Educacional - Lucas Manoel Andrade2,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.