Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/363
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Estudo da qualidade microbiológica da água mineral, distribuída no Câmpus Inhumas
Título(s) alternativo(s): Study of the microbiological quality of mineral water, distributed in the Campus Inhumas
Autor(es): Tiarini, Cynthia Mendanha
Primeiro Orientador: Sá, Fernando Pereira de
metadata.dc.contributor.referee1: Sá, Fernando Pereira de
metadata.dc.contributor.referee2: Reed, Elaine
metadata.dc.contributor.referee3: Naves, Raquel Ferreira
Resumo: Sabe-se da importância de distribuir água de qualidade destinada ao consumo humano, pois, é capaz de veicular grande quantidade de contaminantes físico-químicos e/ou biológicos, cujo consumo tem sido associado a diversos problemas de saúde. Assim, é necessário saber se a qualidade da água destinada ao consumo humano, responde as exigências da legislação. A qualidade necessária à água distribuída para consumo humano é a potabilidade, ou seja, deve ser limpa e estar livre de qualquer contaminação, seja esta de origem microbiológica, química, física ou radioativa, não devendo, em hipótese alguma, oferecer riscos à saúde humana. Dessa forma, o presente estudo trata da pesquisa descritiva e exploratória que foi desenvolvida nas dependências do IFG - Câmpus Inhumas, com o objetivo de analisar a qualidade da água mineral ofertada à comunidade acadêmica através de ensaios bacteriológicos realizados em amostra de água extraídas de bebedouros de água mineral presente em alguns departamentos do Câmpus. Os resultados mostraram que para 25% das amostras coletadas, existem não conformidades para o parâmetro coliformes totais, o que compromete a qualidade da água distribuída nestes bebedouros. Por outro lado, os testes de verificação de E. coli foram negativos para todas as amostras analisadas.
Palavras-chave: Água Mineral
Potabilidade
Bebedouros
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Inhumas
Citação: ALVES, N. C.; ODORIZZI, A. C.; GOULART, F. C. Análise microbiológica de águas minerais e de água potável de abastecimento, Marília, SP. Revista de Saúde Pública, v. 36, n. 6, p. 749-751, 2012. MORGANO, M. A.; SCHATTI, A. C.; ENRIQUES, H. A.; MANTOVANI, D. M. B. Avaliação físico-química de águas minerais comercializadas na região de Campinas, SP. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 22, n. 3, p. 329–343, 2002.ARAÚJO, T. M. et al. Análise bacteriológica da água consumida em escolas públicas na capital de Boa Vista-Rr. In: 62ª Reunião Anual da SBPC. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Natal. 2014. Anais.BRASIL, 2005. Resolução de nº 274 de 22 de setembro de 2005. Regulamento Técnico para Águas Invadas e Gelo. DOU. Poder Executivo, de 22 de setembro de 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/363
Data do documento: 17-Fev-2020
Aparece nas coleções:Licenciatura em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC- Cynthia Mendanha GRAVAR CD.pdf1,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.