Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/319
Tipo: Tese-Extra-IFG
Título: Comunidades tradicionais e o turismo de experiências criativas - alcances e desafios: Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros (GO)
Título(s) alternativo(s): Traditional communities and the creative experiencing tourism - reaches and challenges: São Jorge Village, Chapada dos Veadeiros (GO)
Autor(es): Roriz, Renata Fleury Curado
Primeiro Orientador: Ribeiro Filho, Vitor
metadata.dc.contributor.referee1: Araújo Sobrinho, Fernanado luiz
metadata.dc.contributor.referee2: Barbosa, Tatiana da Rocha
metadata.dc.contributor.referee3: Soares, Beatriz Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee4: Ferreira, William Rodrigues
Resumo: O turismo configura fenômeno de produção social e a estruturação de propostas como alternativa ao modelo convencional requer a construção de processos mais autônomos que passam pelo efetivo exercício do poder na esfera territorial para tomada de decisões e para a articulação das relações de confiança e cooperação; o que justifica sua relevância para que prevaleça o sentimento de comunidade com foco no bem estar social, nas questões ambientais e que oportunize a partilha em uma “experiência integrada” no espaço. Nessa perspectiva esta pesquisa objetivou analisar a Vila de São Jorge, localizada em Alto Paraíso de Goiás (GO), por meio do modo de vida de seus moradores, suas relações com o lugar e condições socioeconômicas culturais frente à participação dos mesmos na prática da atividade turística advinda da criação do Parque Nacional (PARNA) da Chapada dos Veadeiros, compreendendo a condição da comunidade receptora frente à atividade turística em experiências criativas. Como percurso investigativo, utilizou-se de abordagem qualitativa, realização de entrevistas e aplicação de questionários bem como, elaboração de mapas mentais tendo como sujeitos os moradores da vila e turistas. Concluiu-se que o turismo na Vila passou por transformações ocorridas desde a sua estruturação que o distanciaram da proposta inicial de base comunitária comprometendo as tradições e atividades de subsistência dos moradores da Vila. O espaço da Vila encontra-se organizado para subsidiar o desenvolvimento da atividade turística e desta se resulta, mas ainda existe a necessidade de maior articulação da comunidade em prol de um projeto integrado, tendo em vista que por meio do turismo, seus moradores estabeleceram um novo modo de vida e tentam preservar a identidade local e as relações sociais e ambientais estabelecidas. Em meio a grande representatividade e diversidade da cultura local encontrada na comunidade, expressa em festas, encontros e em sua religiosidade, cabe utilizar-se das especificidades do lugar para incrementar o turismo, tendo como base o turismo criativo. Indo além da divulgação enquanto destino turístico que abriga o portão de entrada do PARNA e se fortalecendo por meio da reflexão acerca das singularidades que a Vila tem para oferecer ao turista. Percebemos que falta esse processo de agregação de valor, por meio da construção coletiva e seu acompanhamento, considerando existirem práticas criativas isoladas. Dessa forma foi elaborado um estudo preliminar, um esboço, do “Mapa criativo: Vila de São Jorge e seu jeito particular” partindo do resultado da análise dos mapas mentais elaborados pela comunidade com ações inovadoras e criativas que visam fortalecer a experiência dos visitantes.
Abstract: Tourism is considered to be a social production phenomenon and structuring the proposals as an alternative to the conventional method requires a construction of processes which are more autonomous and that really go through the power into territorial field to make decisions and to articulate the confidence relationship what justifies its relevance so that the feeling of community is kept with the focus on the social well-being, on the environment matters and that it makes possible the sharing at an “integrated experience” in the place. With this view, this study had as its goal to analyse “São Jorge Village”, nestled in Alto Paraíso de Goiás, through its inhabitants’ way of life, its relationship with the place and the cultural and socioeconomic conditions in relation to their participation in tourism practice that comes after the creation of National Park (PARNA) of Chapada dos Veadeiros, understanding the condition of the receptive community toward the tourist activity in creative experiences. As an investigative course, it was used a qualitative approach, interviews techniques and questionaries as well as mental maps preparation having the inhabitants and tourists as subjects. It was concluded that the tourism in the Village has gone through transformations since its structuring and that made it more distant to the initial proposal and affecting the sustainability development. The place of the Village is organized to support the development of tourist activity and it depends on that but there’s still a need of a bigger articulation from community on behalf of an integrated project once by tourism the locals establish a new way of life and try to preserve the local identity and the social and environmental relationships established. Among the big representation and diversity of local culture found at the community shown at parties, meetings and its religiosity, it is useful to use the places particularities to improve tourism having as an example the creative one. Going further than the diffusion as a touristic destination that holds the entrance of PARNA and also strengthen it by using reflexions that the singularities that the Village has got to offer the tourist we realized a lack in the process of value addition through collective construction considering that there are isolated creative actions. This way, it was made a preliminary study of “Creative Map: São Jorge Village and its particular way”- coming from the results of the analysis of the mental maps created by the community with new and creative actions which intend to strengthen the visitor’s experience.
Palavras-chave: PARNA Chapada dos Veadeiros
turismo criativo
práticas culturais
lugar
creative tourism
cultural practices
place
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Uberlândia
Sigla da Instituição: UFU
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geografia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citação: RORIZ, Renata Fleury Curado. Comunidades tradicionais e o turismo de experiências criativas - alcances e desafios: Vila de São Jorge, Chapada dos Veadeiros (GO). 2019. 201 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.2042
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/319
Data do documento: 2-Jul-2019
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações defendidas extra IFG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Renata Fleury2,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.