Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/265
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E A EDUCAÇÃO QUÍMICA NO IFG: BREVE ANÁLISE DO PPC E PERSPECTIVAS PARA AMPLIAÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO
Autor(es): LIMA, MICHEL MARQUES DE
Primeiro Orientador: Souza, Thaís Rodrigues de
Resumo: O presente trabalho teve como foco de discussão as relações étnico-raciais e a formação de professores de química. Objetivou apresentar a partir da análise documental do PPC (Projeto Pedagógico de Curso) do IFG nos campi que oferecem a Licenciatura em Química, em que medida as discussões étnico-raciais e/ou estratégias de implementação da Lei 10.639/03 se inserem na formação inicial de professores e como isso está inscrito nos documentos que detalham o conjunto normativo do IFG, para, então, saber de que modo contribuem para a capacitação do docente em formação em química para fins de colocar em prática a Lei 10.639/03, que altera a LDB, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, incluindo no currículo oficial da rede de ensino básico a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro- brasileira”, e dá outras providências. Para tratar da questão histórica relacionada à Diáspora e escravidão os referenciais teóricos foram Santos (2008), Alvino (2017), Carneiro (2005), Quijano (1991) e Nascimento (1978); em se tratando da problemática do ensino de química num modelo antirracista foram utilizados Benite et. al. (2017), Machado et. al. (2016), Rocha (2013), Silva (2013), dentre outros. O problema central atacado foi: quais as estratégias (mecanismos, conhecimentos, instrumentos, procedimentos) são utilizadas pela instituição com vistas a implementar o conteúdo inscrito na Lei 10.639/03 no processo de formação inicial dos professores de química? A metodologia, em relação à natureza da pesquisa, foi de cunho qualitativo, com vistas a ampliar o grau de entendimento acerca do fato, ampliando a percepção acerca dos instrumentos utilizados pelo IFG que favorecem a aplicação das referidas leis e isso por meio da Análise documental. O método de análise utilizado foi a Análise de conteúdo, tendo como suporte teórico-metodológico as contribuições de Laurence Bardin (1977) e visou gerar categorias de análise e possibilitar inferências. De caráter exploratório, tal pesquisa busca proporcionar uma visão geral, aproximativa, dando base e fundamentação para a continuação da mesma. Foi observado nos documentos analisados uma preocupação da instituição em implementar discussões acerca das relações étnico-raciais; foram encontrados mecanismos, instrumentos e conceitos que respondem ao problema de pesquisa, mas ainda há muito o que caminhar. Se faz necessária a ampliação da discussão e o incentivo institucional para a ampliação desta e, com isso, contribuir para que tais ferramentas curriculares cheguem, de fato, ao objetivo crítico a que propõe. Espera-se com este trabalho contribuir para que tais políticas, no âmbito do IFG que oferta cursos de formação de professores na área de química, se institucionalizem do modo cada vez mais eficaz, contribuindo para a instituição no sentido de estabelecer um ambiente de discussões, debates e reflexões que integre a questão racial de modo a atingir o corpo docente e discente, modificando padrões, possibilitando ações e transformando percepções para que a temática étnico-racial esteja cada vez mais inserida no currículo de formação do docente que atuará na educação básica. A pesquisa aqui proposta se apresenta como o primeiro galgar do degrau de uma escada que, no fim, no topo, projeta novas compreensões, posturas e percepções sobre a temática abordada. Possuindo como claros os objetivos, a metodologia e as possibilidades de ampliação do conhecimento a partir desses caminhos pré-definidos, o próximo passo é colocar em prática a ação para que dela se retire informação e incremente a formação.
Abstract: The present work focused on ethnic-racial relations and chemistry teacher training. It aimed to presents from documentary analyses of IFG’s PPC (pedagogical Project of Course) in the fields that offer Chemistry Licenciature to what extent ethnic-racial discussions and Law 10.639/03 implementation estrategies are inserted in the teacher training and how it are included on documents that detail the organizational structure of the IFG, to, then, know how they contribute to the qualification of the teacher in training in chemistry in order to implement Law 10.639 / 03 , which amends the LDB, Guidelines and Bases of National Education Law, including in the official curriculum of the education system the obligation of the theme "History and Culture Afro-Brazilian ", and makes other provisions. To address of historical issue about Diaspora and Slavery the theoretical references were Santos (2008), Alvino (2007), Carneiro (2005), Quijano (1991) and Nascimento (1978); dealing with the problem of chemistry teaching in an anti-racist model were used Benite et. al. (2017), Machado et. al. (2016), Rocha (2013), Silva (2013), among others. The central problem was: what the strategies (mecanisms, knowledges, instruments and procedures) are used by institucion for law 10.639/03 enforcement purposes in the inicial chemistry teacher’s training? The methodology, in relation to the nature of the research, is qualitative in order to broaden the degree of understanding about the fact, broadening the perception about the instruments used by IFG that favor the application of these laws and this throught the documentary analyses. The analysis method used is Content analysis, using as theoretical and methodological support the contributions of Laurence Bardin (1977) and aimed to generate categories of analysis and make possible inferences. Exploratory in nature, such research seeks to provide an overview, an approximation, giving basis and foundation for its continuation. It was observed in the analyzed documents a concern of instituicion to implement discussions about ethnic-racial discussions; we found mechanisms, insturments and concepts that respond to the research problem, but there is still much to walk. That’s too necessary the ampliation of this discussion the institutional incentive to it and, then, contribute so that such curricular tools reach, in fact, the critical objective to which it proposes. It is hoped that this work will contribute to the fact that such policies, in the context of IFG that offer courses in teacher training in the field of chemistry, become institutionalized in an increasingly efficient way, contributing to the institution in order to establish an environment of discussions, debates and reflections that integrate the racial issue in order to reach the teaching staff and students, modifying patterns, enabling actions and transforming perceptions so that ethnic-racial themes are increasingly inserted in the teacher training curriculum that will work in basic education. The research proposed here is presented as the first step of a staircase that, at the top, projects new understandings, postures and perceptions about the subject. Possessing as clear objectives, methodology and possibilities of expanding knowledge from these pre-defined paths, the next step is to put action into practice so that information can be withdrawn and training increased.
Palavras-chave: Relações Étnico-raciais
Negros
Educação antirracista
Ensino de Química
Formação de professores de Química
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Inhumas
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/265
Data do documento: 5-Ago-2019
Aparece nas coleções:Licenciatura em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC MICHEL PDF.pdf673 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.