Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/222
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Transporte urbano de cargas: um estudo do processo de distribuição e recebimento das lojas de tecidos na região de Campinas, Goiânia-GO
Título(s) alternativo(s): Urban transport of cargoes: a study of the process of distribution and receipt of the fabric stores in the region of Campinas, Goiânia-GO
Autor(es): Alcantara, Maxion Junio de
Silva, Maycon Doulgas Santos
Primeiro Orientador: Azevedo, Luciana Araújo
metadata.dc.contributor.referee1: Azevedo, Luciana Araújo
metadata.dc.contributor.referee2: Gonçalves, Ricardo Freire
metadata.dc.contributor.referee3: Pereira, Denis Biolkino de Sousa
Resumo: As atividades econômicas de uma cidade geram movimentos de pessoas e cargas. A cadeia final da distribuição das mercadorias em uma área comercial é composta por dois agentes diretos, os entregadores e os comerciantes. Os entregadores atuam desde a origem, realizando o deslocamento até o ponto de destino, onde inicia-se a atuação do comerciante que é caracterizado como o cliente final. Essas ações por ocorrerem no espaço físico das cidades, são condicionadas pela infraestrutura viária sobre forte influência do tráfego da região. Os elementos físicos presentes na infraestrutura podem condicionar a distribuição das mercadorias podendo limitar, beneficiar ou até mesmo impedir a sua movimentação. Este trabalho tem por objetivo caracterizar a distribuição e comercialização de mercadorias realizadas no Setor Campinas, na cidade de Goiânia – GO, em especial os comércios de tecidos e malhas. No intuito de analisar o papel desempenhado pelos dois agentes diretos e como a infraestrutura tem condicionado as atividades de entrega, foi realizada uma pesquisa de campo onde foram aplicados questionários junto aos entregadores e lojistas afim de investigar e descrever o atual processo de distribuição das mercadorias. Com isso, foi gerado um banco de dados com informações dos estabelecimentos, dos veículos, dos processos logísticos e da infraestrutura viária disponível para a operação. O processo de entrega foi subdividido em três estágios. O estágio 1 envolve a movimentação do veículo até a aproximação do destino, o estágio 2 começa a partir da chegada do veículo no local e o início da procura pelo estacionamento, finalizando no momento em que o veículo estaciona. E o estágio 3 é configurado pelo início da atuação do lojista a partir da liberação da descarga, envolvendo todo o transbordo dos produtos entre o veículo e o estabelecimento. As informações obtidas foram analisadas e confrontadas entre si com o objetivo de analisar as deficiências e relações entre os componentes. Os resultados apresentam como é a configuração das entregas, e como há uma falha quanto ao controle das operações, principalmente por parte dos lojistas que deixam totalmente a cargo dos entregadores as condições da entrega. A precariedade da atuação do poder público na melhoria da infraestrutura e da fiscalização do local evidencia a razão do desordenamento das entregas, houve um aumento no fluxo de mercadorias, mas a infraestrutura e as diretrizes de circulação não acompanharam esse desenvolvimento, o que têm reduzido a mobilidade da região. Os problemas levantados foram a deficiência nas vagas de estacionamento exclusivo para carga e descarga, a fiscalização de veículos estacionados irregularmente e a falta de sincronia entre os membros da cadeia logística no processo de entrega dos produtos.
Abstract: The economic activities of a city generate movements of people and burdens. The final chain of the distribution of goods in a commercial area is composed of two direct agents, the deliverers and the merchants. The delivery agents act from the origin, making the move to the destination point, where the merchant's behavior begins, which is characterized as the final customer. These actions, due to occur in the physical space of the cities, are conditioned by the road infrastructure on strong influence of the traffic of the region. The physical elements present in the infrastructure can condition the distribution of the goods and may limit, benefit or even prevent their movement. This work aims to characterize the distribution and commercialization of goods carried out in the Campinas Sector, in the city of Goiânia - GO, especially the fabric and mesh trade. In order to analyze the role played by the two direct agents and how the infrastructure has conditioned the delivery activities, a field survey was carried out in which questionnaires were applied to the deliverers and shopkeepers in order to investigate and describe the current process of distribution of the goods. With this, a database was generated with information on the establishments, the vehicles, the logistics processes and the road infrastructure available for the operation. The delivery process was subdivided into three stages. Stage 1 involves moving the vehicle to the destination, stage 2 starts from the arrival of the vehicle on the spot and the beginning of the parking search, ending at the moment the vehicle is parked. And stage 3 is configured by the beginning of the shopkeeper's action from the release of the discharge, involving all the transhipment of the products between the vehicle and the establishment. The information obtained was analyzed and confronted with each other in order to analyze the deficiencies and relationships between the components. The results show how the delivery configuration is, and how there is a failure to control the operations, mainly by the shopkeepers who leave the delivery conditions totally to the deliverers. The precariousness of public power in the improvement of infrastructure and the inspection of the site shows the reason for the disorganization of deliveries, there was an increase in the flow of goods, but the infrastructure and circulation guidelines did not accompany this development, which has reduced the mobility of the region. The problems raised were the deficiency in parking spaces exclusively for loading and unloading, the inspection of vehicles parked irregularly and the lack of synchrony between the members of the logistics chain in the process of delivery of the products.
Palavras-chave: Transporte de carga
distribuição urbana de mercadorias
logística Urbana
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE TRANSPORTES::PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Goiânia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/222
Data do documento: 12-Nov-2018
Aparece nas coleções:Bacharelado em Engenharia de Transportes

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_Maxion Alcantara_Maycon Silva.pdf5,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.