Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1757
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: A educação sexual em aulas de ciências e biologia é unicamente reprocentrada ou inclui a perspectiva mais ampla dos direitos sexuais e reprodutivos? Um olhar sobre a prática docente
Título(s) alternativo(s): Is sexual education in science and biology classes solely focused or does it include the broader perspective of sexual and reproductive rights? A look at teaching practice
Autor(es): Vilela, Sabrina Pereira
Primeiro Orientador: Gabriel, Alice de Barros
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Araújo Júnior, Antônio Cláudio de
metadata.dc.contributor.referee1: Gabriel, Alice de Barros
metadata.dc.contributor.referee2: Santana, Herick Soares de
metadata.dc.contributor.referee3: Mendes, Gigliola
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo principal discutir se a Educação Sexual em aulas de Ciências e Biologia é unicamente reprocentrada, isto é, voltada apenas para a reprodução e outros aspectos relacionados (infecções sexualmente transmissíveis etc.) ou se também é discutida com foco nos direitos sexuais e reprodutivos dos estudantes. Para materializar a discussão foram analisadas a documentação norteadora dos currículos do Brasil e do estado de Goiás e a prática de seis docentes atuantes no município de Águas Lindas de Goiás. Na primeira etapa foram analisadas as categorias de Ciências da Natureza, Ciências e Biologia em nove documentos distintos, são eles: Parâmetros Curriculares Nacionais dos anos de 1997 e 1998; Parâmetros Curriculares Nacionais etapa ensino médio (PCNEM); Parâmetros Curriculares Nacionais volume 10 (Pluralidade Cultural e Orientação Sexual); Currículo Referência da Rede Estadual do Goiás; Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica (DCN); Base Nacional Curricular Comum (BNCC); Documento Curricular para Goiás (DC - GO) e Documento Curricular para o Goiás, etapa ensino médio (DCGOEM). O intuito desta investigação era verificar de que maneira a educação sexual, bem como a ideia de sexualidade estão dispostas nesse material, consequentemente, buscou-se entender também que tipo de suporte legal os professores e professoras da educação básica dispõe para ministrar suas aulas. Na segunda etapa, foi desenvolvido e aplicado um questionário para docentes da rede de ensino Estadual de Águas Lindas composto por 16 perguntas, das quais, 11 eram objetivas e 5 dissertativas e visavam compreender a posição dos respondentes em sala de aula em relação à educação sexual. Esperava-se um número conciso de respostas e esta expectativa foi alcançada, pois apenas seis professores e professoras responderam-no. A posição dos docentes e as considerações retiradas da documentação foram categorizadas de acordo com as abordagens contemporâneas da educação sexual propostas pela autora Jimena Furlani. As conclusões desta pesquisa mostraram que, apesar de alguns documentos norteadores dos currículos apresentarem a sexualidade como um aspecto amplo e natural e consequentemente, defenderem uma educação sexual voltada não apenas para a biologia do indivíduo, a grande maioria dos respondentes da pesquisa optaram por atuar com uma educação sexual limitada e voltada, principalmente, para a biologia e a reprodução. Além disso, o principal material norteador, a Base Nacional Curricular Comum, apresenta-se em concordância com uma abordagem que prioriza a discussão sobre infecções sexualmente transmissíveis e gravidez precoce e pouco menciona sobre direitos sexuais e reprodutivos.
Abstract: The main objective of this work is to discuss whether Sex Education in Science and Biology classes is solely reprocentric, that is, focused only on reproduction and other related aspects (sexually transmitted infections, etc.) or whether it is also discussed with a focus on sexual rights and reproduction. To materialize the discussion, the guiding documentation of the curricula of Brazil and the state of Goiás were analyzed, on the one hand, and the practice of six teachers working in the city of Águas Lindas de Goiás, on the other. In the first stage the categories of Natural Sciences, Sciences and Biology were analyzed in nine different documents, namely: National Curriculum Parameters for the years 1997 and 1998; National Curricular Parameters high school stage (PCNEM); National Curriculum Parameters volume 10 (Cultural Plurality and Sexual Orientation); Reference Curriculum of the Goiás State Network; National Curriculum Guidelines for Basic Education (DCN); National Common Curriculum Base (BNCC); Curricular Document for Goiás (DC - GO) and Curricular Document for Goiás, high school stage (DCGOEM). The purpose of this investigation was to verify how sex education, as well as the idea of ​​sexuality are displayed in this material, consequently, we also sought to understand what kind of legal support teachers of basic education have to teach their classes. The second stage consists in producing and distributing a survey to teachers from the State Education Network of Águas Lindas. This survey consisted of 16 questions, of which 11 were closed-ended and 5 open-ended and aimed to understand the respondents’ approach in the classroom in relation to sexual education. A concise number of answers was expected and this expectation was met, since only six teachers answered it. The teachers’ approach and the analyses of the documentation were categorized according to the contemporary approaches to sexual education proposed by author Jimena Furlani. The conclusions of this research showed that, although some guiding documents of the curricula present sexuality as a broad and natural aspect and consequently defend a sexual education focused not only on the biology of the individual, the vast majority of respondents chose to act with a limited approach to sexual education that focused mainly on biology and reproduction. In addition, the main guiding material, the Common National Curricular Base, is in agreement with an approach that prioritizes the discussion about sexually transmitted infections and early pregnancy and little mentions about sexual and reproductive rights.
Palavras-chave: educação sexual
direitos sexuais
direitos reprodutivos
ciências
biologia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::FILOSOFIA DA EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Águas Lindas de Goiás
Citação: VILELA, Sabrina Pereira. A educação sexual em aulas de ciências e biologia é unicamente reprocentrada ou inclui a perspectiva mais ampla dos direitos sexuais e reprodutivos? Um olhar sobre a prática docente. 2023. 85 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Águas Lindas de Goiás, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1757
Data do documento: 29-Set-2023
Aparece nas coleções:Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_Sabrina Vilela.docx.pdf1,48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.