Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1211
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Análise da viabilidade técnico-econômica para a instalação de grupo gerador a etanol no horário de ponta no Câmpus Itumbiara do IFG
Título(s) alternativo(s): Analysis of the technical-economic feasibility for the installation of an ethanol generator set at peak hours at the IFG's Itumbiara Campus
Autor(es): Vasconcelos, Lucas Borges
Primeiro Orientador: Silva, Sérgio Batista da
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Sergio Batista da
metadata.dc.contributor.referee2: Souto, Olivio Carlos Nascimento
metadata.dc.contributor.referee3: Leão, Willian Martins
Resumo: Este trabalho apresenta uma contribuição a fim de procurar um meio de obter uma redução de custos com a energia elétrica para instituição de ensino público, levando em consideração o IFG Câmpus de Itumbiara, localizado na região sul de Goiás. A atual política que possibilita o consumidor gerar sua própria energia elétrica baseado na Resolução Normativa nº 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) é a principal motivação de atingir uma redução de custos com energia durante o horário de ponta. Com o auxílio das faturas de energia elétrica e da memória de massa do câmpus foi possível analisar qual o tipo de consumidor que a instituição melhor se enquadra. Dando importância ao estudo do consumo de energia elétrica do horário de ponta, das características e dimensões do gerador, do gasto com combustível e as principais vantagens de utilizar o álcool para geração de energia. Assim é proposto o uso de um gerador movido a etanol, que como mostrados nos cálculos feitos, acaba tendo um retorno financeiro em 6 anos após a sua instalação. Desta forma a geração de energia elétrica através do combustível renovável é mais econômica que a utilização da rede de energia da concessionária, e menos poluente do que a utilização um gerador movido a combustíveis fósseis.
Abstract: This term paper presents a contribution focused on seeking a way of reducing costs of electricity in public educational institutions, considering the Federal Institute of Goias Itumbiara Campus, located in the South region of Goias. The actual politics that allows consumers to produce their own electricity based on the Normative Resolution number 482/2012 from National Electrical Energy Agency (ANEEL) which is the main motivation of reaching a cost reduction related to electricity during peak hours. With the assistance of the power bills and the data memory it was possible to analyze which type of consumer the institution would fill. Referring to the study of the electric consumption during the peak hour, the characteristics and dimension of the generator, the expense with fuel and the mains advantages when using alcohol to generate electric power. It is proposed the use of an ethanol powered generator, as exposed in calculus, takes a payback of approximately 6 years after its setup. This way the electric generation through the renewable energy power is more economic than the use of the electric network from dealerships, as well it pollute less than the generation powered by fossil fuels.
Palavras-chave: Geração de energia elétrica
Combustível renovável
Compensação de energia
CNPq: Engenharias
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Itumbiara
Citação: [1] ANEEL. Agência Nacional de Energia Elétrica. Resolução nº456: Estabelece de forma atualizada e consolidada, as Condições Gerais de Fornecimento de Energia Elétrica, de 29 de novembro de 2000. [2] NOVA CANA. Sobre o etanol. Disponível em: <https://www.novacana.com/etanol/sobre/#para-que-serve> Acesso em 16 de maio de 2017. [3] ANEEL. Agência Nacional de Energia Elétrica. RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº414: Estabelece as condições gerais de fornecimento de energia elétrica de forma atualizada e consolidada, de 09 de setembro de 2010. [4] CUMIMINS POWER GENERATOR. Manual de Aplicação para Grupos Geradores Arrefecidos a Água. Manual de aplicação. Disponível em: <http://www.cumminspower.com.br/pdf/engenharia/T030Portugu%C3%AAs.pdf>. Acesso em 25 de maio de 2017. [5] ANP. Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Etanol. Disponível em: <http://www.anp.gov.br/wwwanp/producao-de-biocombustiveis/etanol>. Acesso em 05 de junho de 2017. [6] PETROBRÁS. Etanol. Disponível em: <http://www.br.com.br/pc/produtos-e servicos/para-seu-veiculo/etanol>. Acesso em 05 de junho de 2017. [7] NOVA CANA. Benefícios de usar etanol. Disponível em: <https://www.novacana.com/etanol/beneficios>. Acesso em 07 de junho de 2017. [8] ANEEL. Agência Nacional de Energia Elétrica. Informação Técnicas. Disponível em: <http://www.aneel.gov.br/informacoes-tecnicas/- /asset_publisher/CegkWaVJWF5E/content/geracao-distribuida-introduc 1/656827?inheritRedirect=false>. Acesso em 07 de junho de 2017. [9] TARIFAS DE ENERGIA, ABRADEE - Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica. Disponível em: <http://www.abradee.com.br/setor-de-distribuicao/tarifas-de energia/tarifas-de-energia>. Acesso em 9 de junho de 2016. [10] PROCEL – “Manual de tarifação da energia elétrica” 1º edição- Maio/2001. [11] ANEEL. Agência Nacional de Energia Elétrica. Nota Técnica nº 271/2009-SRE SRD/ANEEL: Proposta de alteração Metodológica da Estrutura Tarifária Aplicada ao Setor de Distribuição de Energia Elétrica no Brasil, de 4 agosto de 2009. 58 [12] CELG D. Boletim de tarifas horárias Nº 01/2016. Goiânia, 2016. [13] HISTÓRICO. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Câmpus Itumbiara. Disponível em: <http://www.itumbiara.ifg.edu.br/index.php/historia>. Acessado 12 de julho de 2016 [14] LIGHT. Tipos de tarifa. Disponível em: <https://agenciavirtual.light.com.br/gcav/tiposDeTarifas.do>. Acesso em 12 de maio de 2017. [15] GERAFLEX ENERGIA LIMPA. Grupo Geradores Ecológicos Etanol e Gás Natural. Catálogo Geraflex. Disponível em: <http://www.geraflex.com.br/pdf/CatalogoGeraflex.pdf>. Acesso em 30 de maio de 2017. [16] CAMARGO, Ivan Marques de Toledo. Noções básicas de engenharia econômica: aplicações ao setor elétrico. Brasília: FINATEC, 1998. [17] CIMM. Definição - O que é Fator de emissão. Disponível em: <http://www.cimm.com.br/portal/verbetes/exibir/304-fator-de-emissao>. Acesso em 22 de junho de 2017. [18] ISSU. RBS Magazine; Revista Brasileira de Energia Fotovoltaica. Disponível em: <https://issuu.com/rbsmagazine/docs/rbs_magazine_ed_07_low>. Acesso em 22 de julho de 2017. [19] FERREIRA, R. G. Engenharia econômica e avaliação de projetos de investimento: critérios de avaliação; financiamentos e benefícios fiscais; análise de sensibilidade e risco. São Paulo: Atlas, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1211
Data do documento: 4-Jul-2017
Aparece nas coleções:Bacharelado em Engenharia Elétrica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_LUCAS.pdf2,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.