Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1124
Tipo: Dissertação
Título: Profissionalismo, profissionalidade e profissionalização de trabalhadores de línguas não licenciados: o caso de um curso de extensão universitária
Título(s) alternativo(s): Professionalism, professionality and professionalization of language workers who do not have a higher education degree: the case of a university extension course
Autor(es): Dias, Luiz Eduardo Krüger
Primeiro Orientador: Bezerra, Daniella de Souza
metadata.dc.contributor.referee1: Freitas, Carla Conti de
metadata.dc.contributor.referee2: Polonial, Juscelino Martins
metadata.dc.contributor.referee3: Almeida, Guenther Carlos Feitosa de
Resumo: A presente pesquisa focaliza as assimetrias entre políticas públicas, a formação no ensino superior e o trabalho de trabalhadores em educação que, assim como o pesquisador, atuam no contexto dos cursos livres de língua inglesa e não possuem formação superior em licenciatura. Buscou-se articular as construções e medições desses profissionais sobre a sua prática educativa com alguns conceitos orientadores do estudo, a saber: as inconsistências das políticas de formação de professores (COSTA 2012; DINIZ-PEREIRA, 2013; ROMANOWSKI, 2012; SAVIANI, 2008), o trabalho docente a partir das noções de profissionalismo, profissionalização e profissionalidade (PAULA JÚNIOR, 2012; WEBER, 2003; GORZONI; DAVIS, 2017; AMBROSETTI; ALMEIDA, 2007), a mercantilização do ensino e aprendizado de línguas (FREITAS, 2010; JORDÃO, 2009) e a consequente apropriação pelo capital das relações de trabalho (MARX, 2013; ANTUNES, 2009). Este trabalho partiu da escuta de sujeitos reais com fins à compreensão, análise e elucidação, bem como a eventual e potencial resolução de algumas lacunas, a partir de rodas de conversas (MOURA; LIMA, 2014) e da análise qualitativa dos dados gerados. Os participantes da pesquisa são professores de um curso de língua inglesa da extensão universitária de uma Instituição de Ensino Superior em Anápolis, Goiás, e não possuem licenciatura. As conversas foram gravadas em áudio e vídeo com a prévia autorização dos participantes e notas foram tomadas em caderno de campo. Foi realizada a triangulação de dados (TRIVIÑOS, 1987) e buscou-se possíveis convergências ou divergências entre esses elementos e os sentidos construídos pelos participantes. Buscou-se, nos letramentos críticos (PENNYCOOK, 1998; MONTE-MÓR; 2014; 2015; PESSOA. PINTO, 2013; DUBOC. FERRAZ, 2011) e na, caminhos possíveis para ressignificação da prática educativa desses profissionais a partir da construção do produto educacional.
Abstract: This research focuses on the asymmetries between public policies, higher education training and the work of workers in education who, along with the researcher, work in the context of English courses and who do not have higher education degrees. We sought to articulate the constructions and mediations of these professionals about their educational practices with the study's structuring concepts, namely: the inconsistencies of teacher education policies (COSTA 2012; DINIZ-PEREIRA, 2013; ROMANOWSKI, 2012; SAVIANI, 2008), the work of teachers from the notions of professionalism, professionalization and professionalism (PAULA JÚNIOR, 2012; WEBER, 2003; GORZONI; DAVIS, 2017; AMBROSETTI; ALMEIDA, 2007), the commodification of language teaching and learning (FREITAS, 2010 ; JORDÃO, 2009) and the consequent appropriation by the capital of labor relations (MARX, 2013; ANTUNES, 2009). This work listened to real subjects for the purpose of understanding, analyzing and elucidating, as well as the eventual and potential resolution of some gaps from the conversation circles (MOURA; LIMA, 2014) and the qualitative analysis of the generated data. The research participants are teachers at an English language course at the university extension of a Higher Education Institution in Anápolis, Goiás, and do not have a degree in teaching. The conversations were recorded in audio and video with the prior authorization of the participants and notes were taken in a field notebook. Data triangulation was performed (TRIVIÑOS, 1987) and sought for possible convergences or divergences between these elements and the meanings constructed by the participants. We sought, in critical literacy (PENNYCOOK, 1998; MONTE-MÓR; 2014; 2015; PESSOA. PINTO, 2013; DUBOC. FERRAZ, 2011) ,possible paths for the resignification of the educational practice of these professionals from the development of an educational product.
Palavras-chave: trabalho docente
formação de professores
língua inglesa
profissionalidade
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Insitituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Sigla da Instituição: IFG
metadata.dc.publisher.department: Câmpus Anápolis
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Profissonal e Tecnológica
Citação: DIAS, Luiz Eduardo Kruger. Profissionalismo, profissionalidade e profissionalização de trabalhadores de línguas não licenciados: o caso de um curso de extensão universitária. 2021. Dissertação (Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica), Instituto Federal de Goiás, Anápolis, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ifg.edu.br:8080/handle/prefix/1124
Data do documento: 31-Ago-2021
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Luiz Eduardo Kruger Dias.pdf11,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.